Post Type

Warning: A non-numeric value encountered in /home/baronesa/public_html/wp-content/plugins/lightbox-gallery/lightbox-gallery.php on line 570

Ushuaia é dita como fim do mundo por sua localização geográfica, “a cidade mais ao sul do mundo”. Nenhuma outra no mundo inteiro está mais perto da Antártida do que a pequena Ushuaia. Mais que acolhedora, apesar do frio intenso que faz por lá, a recepção calorosa vem acompanhada por um plano de fundo que a envolve num charme todo especial de paisagens exuberantes. Cenários pintados pelo branco da neve, lagos congelados, casinhas coloridas e montanhas. Detalhes que mexem com o imaginário do visitante com roteiros instigantes.

Com aproximadamente 60 mil habitantes, ao norte esta o famoso Canal de Beagle e ao lado parte da Cordilheira dos Andes. O Canal de Beagle separa as ilhas do extremo sul da América Latina, além disso, é o marco da fronteira entre o Chile e a Argentina. Para chegar ao seu principal símbolo, o farol do Fim do Mundo, é necessário partir do porto de Ushuaia, nestes pedaços de terra banhados por águas gélidas onde vivem animais como lobos marinhos, pinguins, cormorão e outras aves. O Parque Nacional Terra do Fogo é a principal atração da região. São 63 mil hectares de área natural, onde o contraste entre a neve e os tons terrosos é impressionante. O ponto de partida para sua visitação é embarcar no Trem do Fim do Mundo, trilhos que funcionam como um resgate da história patagônica. A Terra do Fogo é também a terra do esqui, pois suas colinas cobertas de neve criam as condições perfeitas para a prática do esporte. Os lugares onde estão as melhores pistas são o Cerro Castor e o Vale Terra Maior. Especialmente em Ushuaia, há várias opções que podem incrementar o roteiro cultural de qualquer viajante. Museus são os grandes protagonistas como, o Museu do Fim do Mundo, dedicado aos povos que viviam na região antes do homem branco chegar. O Museu do Presídio, onde também fica o Museu Marítimo, responsável por proporcionar um mergulho na história e na cultura que ajudaram a construir a identidade da Terra do Fogo. Outras opções de atividades na região são pescas, mergulhos em águas cuja temperatura varie entre 0 e 4 graus com 15 m de profundidade, patinação no gelo, trenós puxados por cachorros, caminhadas, navegação, cavalgadas, mountain-bike e passeios aéreos sobrevoando a bela Ushuaia. Os principais cenários nesta rota ficam nos Lagos Yehuin e Escondido.
As embarcações atracadas em seu porto embelezam ainda mais o cenário, enquanto a comunidade local se reveza para proporcionar roteiros incríveis em meio a restaurantes típicos da região e produtos como geleias, chocolates e artesanato. Sem contar as hospedagens aconchegantes e inesquiváveis espaços culturais. Outro detalhe que torna Ushuaia irresistível, é o fato de a cidade estar localizada em uma zona franca. Ou seja, os produtos ali vendidos são livres de impostos, tornando-a também um incrivél roteiro de compras.

Brygida Thays

Técnica em Turismo

Sommelier pelo Senac Jundiaí

turismologa.brygida@gmail.com

Facebook: mcagenciareceptiva