Post Type

O matemático Artur Ávila Cordeiro de Melo, de 35 anos, recebeu em 12/08 a Medalha Fields, o mais tradicional e prestigioso prêmio da matemática internacional. Artur é o primeiro pesquisador latino-americano a receber a medalha. O prêmio, criado em 1936, é outorgado pela União Internacional de Matemáticos e premia a cada quatro anos a pesquisadores com menos de 40 anos, cujos trabalhos sejam considerados fundamentais para o avanço da matemática. O prêmio foi entregue durante a cerimônia de abertura do Congresso Internacional de Matemáticos, realizado na cidade de Seul, Coreia do Sul.
Receberam também a Medalha Fields; Manjul Bhargava, do Canadá, Martin Hairer, da Áustria e Maryam Mirzakhani, do Irã, que é a primeira mulher a receber a premiação. Contornando a medalha está a inscrição (em latim) “TRANSIRE SUUM PECTUS MUNDO QUE POTIRI”, que significa “Superar os limites da inteligência e conquistar o universo”.
Início na Olimpíada Brasileira de Matemática – Artur Ávila coleciona medalhas desde 1992, quando conquistou uma medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática. Posteriormente obteve outras medalhas na competição nacional e uma medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática em 1995. Artur divide hoje as funções de diretor de pesquisa no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) em Paris e de pesquisador extraordinário no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), no Rio de Janeiro.
A Olimpíada Brasileira de Matemática, criada em 1979, tem experimentado um aumento cada vez maior de inscritos. Neste ano, mais de 560 mil estudantes mostraram interesse, ante 200 mil no ano passado. Na lista criada pela União Matemática Internacional, de cinco grupos em ordem crescente de importância, o Brasil se encontra no Grupo 4. Os países mais desenvolvidos na área da matemática, como Estados Unidos, França, China, Alemanha e Japão encontram-se no Grupo 5. Na última Olimpíada Mundial de Matemática Universitária, realizada na Bulgária, o Brasil recebeu 24 medalhas.

 

Principais premiações de Artur Ávila

  • Bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) em 1992;
  • Prata na Olimpíada de Matemática do Cone Sul em 1994;
  • Ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática em 1993, 1994 e 1995;
  • Ouro na Olimpíada Ibero-americana de Matemática (OIM), Olimpíada de
  • Matemática do Cone Sul e Olimpíada Internacional de Matemática (IMO) em 1995;
  • Prêmio Salem em 2006;
  • Prêmio da Sociedade Matemática Europeia em 2008;
  • Grand Prix Jacques Herbrand da Acad. de Ciências da França em 2009;
  • Prêmio Michael Brin em 2011;
  • Medalha Fields em 2014.