Post Type

É muito comum ouvir essa pergunta:

– Quando vocês começam a alfabetizar?

Não me canso de responder, porque é muito importante que os pais identifiquem a escola que confiaram seu filho. Nós da Ciranda iniciamos a alfabetização desde que a criança entra na escola. Quando reconhece seu crachá com foto, quando ouve uma história contada de um livro (por volta de 1 ano), quando produz sua escrita espontânea, quando identifica símbolos (por volta de 2 a 3 anos), quando cria uma história, brinca de bingo das letras (por volta de 4 a 5 anos), quando domina o alfabeto e o mundo da escrita (por volta de 6 a 7 anos).

Trabalhamos dentro do método da Emília Ferreiro onde a criança parte do todo para as partes e não o contrário. O que conta agora é o mecanismo de raciocínio que a criança desenvolve através de experiências concretas vivenciadas. O estímulo e a aceitação do erro são fundamentais nesse processo. As informações são importantes, porém, menos do que o desenvolvimento das competências que levam ao conhecimento global.

Diversas bibliografias de educadores respeitáveis endossam esta teoria e a Ciranda trabalha há 21 anos nessa linha e já tem um considerável número de alunos que são exemplos vivos do sucesso do nosso trabalho.

É preciso que os pais busquem mais informações a respeito de educação e que tenham claro o que almejam para seus filhos e assim, garantir o melhor para essas crianças.

Qual é a HORA de procurar a escola “GRANDE”?

Insisto em dizer que quanto maior for o tempo que a criança passar em uma escola “PEQUENA”, onde ela é vista como um indivíduo, maiores serão as chances de crescimento em todas as suas potencialidades.

A criança precisa de tempo para crescer, o ambiente pequeno traz confiança, segurança e base sólida para resolver os conflitos que vierem pela frente.

De fato, escola ideal não existe, mas a sua fala tem que no mínimo ser coerente com a sua rotina.

É comum vermos pais ansiosos para que a criança entre na escola que vai dar continuidade em sua vida escolar. ”O quanto antes meu filho entrar na escola, mais rápido vai se acostumar”. Eu pergunto:

É preciso ter pressa em se acostumar com a competição, com o grande número de crianças por professor, com um enorme espaço físico? É mais saudável e eficaz que essa mudança ocorra numa idade de maior equilíbrio interno e maturidade emocional ou antes?

Jacqueline M. Moraes
Diretora Pedagógica da Ciranda

www.cirandaescola.com.br

Rua Germano Caselatto, 75 – Barão Geraldo
19 3289-0005 | 3288-0824