Post Type

Por Fábio Toyota

Muitas vezes o dono toca em seu cachorro e sente que ele está muito quente, isso automaticamente o faz pensar que seu bichinho está com febre, o que nem sempre é verdade. A temperatura do cão é mais alta do que a dos humanos, ela fica entre 37,5°C e 39,5°C quando o animal está saudável, por isso os sentimos mais quentes que nós. Mas não significa que o dono não deva estar atento, assim como acontece com os humanos, a temperatura do cão também varia de acordo com a idade e o ambiente. Filhotes e cães idosos podem ter a temperatura mais baixa que o normal e precisarem ser aquecidos com mais frequência.

É de comum conhecimento que se o nariz do cachorro está quente ou seco, quer dizer que ele está com febre. Mas isso não é totalmente verdade. O ambiente seco e quente pode ser a causa do ressecamento do nariz, não indica necessariamente que seu bichinho está doente. Observe outros sinais além do nariz e da temperatura do corpo do cão ao toque. Cães com febre perdem o apetite, ficam menos dispostos e ativos, tem a pulsação aumentada, sentem calafrios. Mais ou menos como acontece com os humanos.

É imprescindível a ida ao veterinário se alguma coisa está errada com o cachorro. Não se deve medir a temperatura do cão em casa com termômetro tradicional, porque ele pode ser impreciso. O jeito ideal de medir a temperatura de um bichinho é via retal, e essa medição deve ser feita por um profissional que não vá machucar e causar um grande desconforto no animal.

Se o cão está com febre, é sinal de que algum problema há, e só tratar a febre não é o correto. O cão precisa ser examinado e medicado de acordo com a situação, e só um profissional da saúde animal pode dar esse diagnóstico.

Apesar de termos a ideia de que cães são animais extremamente resistentes ao ambiente, devemos tomar alguns cuidados quanto a exposição dos nossos cachorros, nem todas as raças estão totalmente adaptadas ao ambiente em que vivem por, na maioria das vezes, serem oriundas de outros locais ou até outros continentes e isso pode interferir muito na temperatura do cachorro.

Siga essas dicas para manter a temperatura do seu cão controlada:

  • Não passear com o animal, nem praticar exercícios ao ar livre, com o sol forte, pois isso pode levar a intermação, insolação ou hipertermia;
    Não deixar o animal na chuva;
  • Não deixar o animal no frio, pois pode levar o animal a ter tosse dos canis;
    Evitar transportar o animal em caçambas abertas no carro ou deixar o vidro aberto durante um passeio;
  • Não oferecer alimentos sólidos ou líquidos muito quentes ou muito gelados
    Não dar banho em dias frios;
  • Não dar banho com a água muito quente;
  • Sempre enxugar bem o cachorro após o banho;
  • Evitar trocas de temperatura brusca.