Post Type

O modelo deve estrear nas lojas em agosto, na época das Olimpíadas do Rio de Janeiro Será a aposta da marca japonesa no segmento dos SUVs compactos.

Em coletiva realizada com Carlos Ghosn, CEO da Nissan, na sede da empresa em Resende (RJ), o CEO confirmou a presença do SUV compacto no mercado brasileiro e fez questão de destacar que o modelo deve estrear nas lojas na época das Olimpíadas do Rio de Janeiro (agosto), evento que tem a Nissan como um dos principais patrocinadores.
O modelo já havia sido apresentado oficialmente pela Nissan no último Salão do Automóvel de São Paulo em 2014, com um carro muitíssimo parecido com o protótipo exibido, até mesmo o teto em cor diferente da carroceria (no caso, laranja e cinza chumbo) o qual será mantido no modelo de produção. A Nissan afirmou que terá preços agressivos perante a concorrência, sugerindo valores abaixo dos praticados pela maioria dos seus rivais.
Falando em rivais, o novo SUV da Nissan terá que ser melhor não só no preço para valer a pena, mas também na oferta de equipamentos e na qualidade dos materiais empregados no acabamento interno e externo, além de entregar um visual atraente, amplo espaço interno e desempenho aliado a baixo consumo de combustível, já que vai enfrentar os recém-lançados Jeep Renegade e Honda HR-V, modelos que em pouco tempo no mercado lideram o segmento.
Sabemos que será equipado com motor 1.6 16V, capaz de entregar às rodas dianteiras 111 cavalos de potência com álcool no tanque e também terá opção de câmbio manual e câmbio automático do tipo CVT. Outra característica da novidade da Nissan, será o fato de ter apenas tração dianteira no primeiro momento, tendo mais para frente a possibilidade de ser equipada com tração integral 4×4 como opcional. A grade dianteira do Kicks real ficou mais agressiva que no conceito, onde tinha barras horizontais lisas – no carro de verdade elas têm perfurações, que garantem um visual mais cross ao SUV (que, naturalmente, terá como principal foco o uso urbano).
Veremos como a Nissan vai posicionar o modelo, mas, pela campanha inicial, a proposta vai ser a óbvia: carro jovem, versátil e robusto para o dia-a-dia e o lazer da classe média urbana.