Post Type

O açúcar é rico em calorias e pobre em nutrientes, por isso devemos restringir ainda mais seu consumo. Segundo alguns estudos o excesso causa cáries, sobrepeso e obesidade, além do risco de desenvolvimento de diabetes. Por isso que a OMS propõe uma redução no consumo. O índice de crianças e adolescentes obesos aumentou 240% no Brasil nos últimos 20 anos. Segundo uma pesquisa realizada pela Força Tarefa Latino-Americana de Obesidade (entidade que reúne as principais sociedades de combate ao excesso de peso na região), hoje há 70 milhões de pessoas acima do peso na América Latina. Outro ponto negativo é a sobrecarga no pâncreas para produção de insulina (o pâncreas é órgão responsável pela produção de insulina), que mantém os níveis de glicose controlados no sangue. Essa deficiência pode levar ao diabetes tipo 2. O aumento do nível de triglicérides também é um ponto negativo a ser considerado, pois o consumo exagerado do açúcar pode contribuir na sua elevação, e hoje em dia muitas crianças já tem alteração no triglicérides. Ao que os pais devem ficar atentos, na prática, na hora de comprarem produtos industrializados? Fibras? Sódio? Como saber que um produto, de fato, é mais saudável do que o outro?
O que observar
Ao comprar um alimento, o consumidor deve verificar o rótulo e a tabela nutricional, pois neles constam o fabricante, o lote, os prazos de validade, informação nutricional (valor energético, proteínas, gorduras, carboidratos, fibras e valores de ingestão diários). Ex: alimentos que não contem açúcar, até 100 mg de sódio e acima de 2 gramas de fibra pode ser considerado saudável
Como aparecem os ingredientes
Todos os ingredientes utilizados para a fabricação do produto alimentar têm que ser apresentados neste item, em ordem decrescente. O primeiro ingrediente é aquele que está em maior quantidade no produto, e o último, em menor quantidade.
Açúcares – Indica a quantidade de açúcar contido nos alimentos, mas nem todos os produtos separam o açúcar do carboidrato na tabela. De acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde(OMS), o consumo de açúcar, para pessoas saudáveis, deve ser de no máximo 10% do total de calorias por dia.
Fibra alimentar – Presente em alimentos de origem vegetal, como frutas, hortaliças, feijões e alimentos integrais. A ingestão de fibras auxilia no funcionamento do intestino.A recomendação diária de fibras é de 25 a 30g.
Sódio – Presente em embutidos, sal e alimentos industrializados. Deve ser usado na comida com moderação. O consumo excessivo pode levar a um aumento da pressão arterial. Se a quantidade de sódio for superior a 400mg, em 100g do alimento, o alimento rico em sódio e deve ser evitado. A OMS falou também em controlar a propaganda de produtos industrializados voltada para o público infantil.  Uma criança que pesa 20 Kg pode consumir ate 2000 calorias por dia e não deve ultrapassar 200 cal/dia de açúcar. Cada grama do carboidrato contém quatro calorias, então ela deveria consumir até 50 gramas de açúcares.