Post Type

O humor brasileiro nunca passou por uma fase tão careta e tenebrosa. A ditadura do politicamente correto e a censura inerente à mesma tem feito com que os humoristas tenham cada vez mais limites à realização de suas piadas, infringindo a liberdade de expressão dos mesmos. Mas um humorista rompeu com esse paradigma. Danilo Gentili, um dos maiores humoristas do país, é assumidamente politicamente incorreto, e com isso fez o Ibope do SBT bombar nas noites de segunda à sexta.
Danilo Gentili nasceu em Santo André, ABC Paulista, em 1979. Formou-se em publicidade e propaganda na UniABC. Danilo Gentili já fez muitas coisas nessa vida. Já carregou caixas em shopping, trabalhou em gráfica, órgão público de varrição em Santo André e levava a sério a ideia de ser pastor.
Sua carreira de comediante começou em 2005, quando foi convidado para fazer parte do Clube da Comédia Stand Up – primeiro grupo do gênero em São Paulo – criado por Marcela Leal, Marcelo Mansfield, Marcio Ribeiro, Oscar Filho e Rafinha Bastos. Foi durante uma dessas apresentações que surgiu o convite para participar do Custe o Que Custar (CQC) da Band. No programa alcançou a projeção nacional e se destacou como um dos melhores repórteres do programa.
Em 2009, Gentili lançou seu primeiro livro: “Como se tornar o pior aluno da escola”, sucesso de vendas que causou borburinho entre pais e educadores. Depois de quase ser censurado, o livro teve sua classifição reavaliada, sendo indicado apenas para alunos repetentes (maiores de 18 anos). Em 2010 inaugurou, em parceria com dois sócios – o comediante Rafinha Bastos e o empresário Ítalo Gusso – o Comedians Comedy Club. Primeira casa do país pensada, da estrutura aos últimos detalhes, para ser um legítimo comedy club.
Devido a esses e vários outros trabalhos bem sucedidos, em 2011 Danilo assumiu uma nova função: a de apresentador de TV. Comandou o Agora é Tarde, programa no formato de um clássico late night na Band. Em 2014, Danilo e quase toda equipe foram para o SBT para iniciar o The Noite, com os mesmos moldes do Agora é Tarde. O programa vem batendo vários recordes de audiência e é hoje um dos principais programas da emissora de Silvio Santos. Além do sucesso na TV, Danilo fez o filme “Mato sem Cachorro” (2013) e já tem participação programada em mais filmes para 2015.
O mais incrível na carreira de Danilo Gentilli é que todo esse sucesso foi baseado no seu estilo politicamente incorreto de se fazer humor. Como o próprio humorista ressalta, ele é só um humorista, e suas piadas não deveriam ser levadas a sério. Mas em um país onde grupos ou movimentos sociais são bancados por partidos políticos com dinheiro público para atacar qualquer pensamento contrário a suas ideologias (a famosa “patrulha” ou “ditadura” do politicamente correto), Danilo sofre muita retaliação, mas nada abala sua carreira, que segue em ascensão e tem o colocado como defensor da liberdade de expressão e de um bom humor sem limites, como ele deve ser, em um país com uma liberdade de expressão e de imprensa.