Post Type

No século XXI, falar em pau-a-pique não remete mais às residências rústicas dos séculos passados. Hoje, falar em pau-a-pique é falar em casas ecológicas, bioconstrução, arquitetura “verde”, ou qualquer outra palavra ou expressão que dê conta da crescente preocupação de proprietários, arquitetos e construtores em achar soluções sustentáveis para a construção civil.  Nas casas de pau-a-pique da era da sustentabilidade, não há mais rachaduras. São projetos modernos, elaborados por arquitetos de renome, colocados em prática por mão de obra especializada, com material de baixo impacto ambiental. A madeira e o bambu vêm de fontes renováveis, devidamente certificados e pré-cortados. O preenchimento das paredes não costuma ser feito à velha moda sertaneja, mas sim por meio de uma técnica japonesa que mistura barro e palha moída. Um passo e tanto…

One comment

Comentários para esta postagem estão fechados.