Post Type

Ela marcou a geração de crianças dos anos 90 e 2000. Sandy formou uma das duplas de maior sucesso no país ao lado do irmão, Junior. A cantora que iniciou a carreira ainda na infância, fez história com seu dom não somente no cenário musical, mas na dramaturgia, realizando projetos como apresentadora e atriz, na TV e cinema. Em 2007 a dupla se desfez, porém os laços de família são eternos. Após estrondoso sucesso no decorrer do ofício, a artista se permitiu um período sabático. Até que três anos depois, em 2010, ela retorna em carreira solo, lançando seu primeiro álbum “Manuscrito”. Após dois anos veio o segundo CD “SIM” e, a partir desse mês de maio, prepara-se para viajar o país com sua nova turnê com o título “Meu Canto”. Aos 33 anos de idade, a bela que é natural de Campinas (SP’) é casada com o também músico Lucas Lima e, em dezembro de 2013, Sandy viveu a maior das emoções: o sonho da maternidade, dando à luz ao primeiro filho, Theo. Atualmente ela pode ser vista aos domingos à tarde na função de jurada, da segunda temporada do reality “Superstar”. Confira a seguir a entrevista com a musa da MPB, que realizou um sonho antigo ao lançar sua primeira coleção de esmaltes e batons nomeados com suas próprias canções pela Impala.

Baronesa: Por ser sua segunda participação nessa nova temporada do Superstar você se sente mais segura na hora de julgar os músicos?

Sandy: Estou muito empolgada e feliz na segunda temporada. O nível das bandas é altíssimo. Realmente me sinto mais segura esse ano porque já tive a experiência do ano passado, vi como funciona a competição o que acontece quando damos “sim” e o “não”. Precisamos ser estratégicos para tentar colocar as melhores bandas nos últimos programas. Estou tentando ser mais criteriosa na hora da votação, meu coração fica doendo é um trabalho cruel julgar as bandas, mexer com os sonhos das pessoas. Ao mesmo tempo é gratificante realizar esse trabalho.

B: E como é sua relação com os outros dois jurados: Daniela Mercury e Paulo Ricardo?

S: É super descontraído, a gente faz piada o tempo todo nos bastidores. O programa por ser ao vivo fica bem corrido, mas quando estamos juntos é um clima de amizade por causa dessa intimidade. Eu gosto de ser espontânea.

B: Nesse mês você lançou seu novo CD e DVD intitulado “Meu Canto”. Como tem sido conciliar carreira, programa e família?

S: Lancei meu DVD com minha turnê que começou dia 05 de maio em São Paulo. Irei rodar o Brasil. É muita coisa, tento ser bem organizada com meus compromissos profissionais, para priorizar o que é mais importante de fato: estar com meu filho. Eu tenho conseguido graças à Deus. Quando é um esquema tranquilo que não seja sofrido para o Theo eu o levo comigo.

B: Como surgiu a idéia de criar sua própria coleção de esmaltes e batons?

S: Eu sempre quis ter uma linha de esmaltes. Estou feliz, enquanto mulher e artista, por lançar minha coleção através de uma marca com tanta credibilidade. Amei participar de todo o processo.

B: Quais foram suas inspirações na escolha das cores?

S: Eu recebi várias opções de cores que eram tendências. O critério de escolha foram as que eu mais me identifico e uso.

B: Sua vaidade aumentou ao se tornar mãe?

S: Pelo contrário. A vaidade continua, sou uma mulher com esse traço feminino, eu gosto de me cuidar. Porém passamos a dar o valor certo para as coisas, hoje me importo menos em questão de beleza ou se estou insatisfeita com algo. Claro que eu me cuido, malho, me maquio, arrumo o cabelo. A maternidade dá um sentido diferente para tudo em nossa vida.

B: Por que somente agora após tornar-se mãe decidiu lançar essa coleção? Não pensou na época em que era adolescente?

S: Só agora acabou acontecendo, mas teria sido bacana em qualquer outro momento. Me sinto numa fase mais madura da vida, aos 33 anos. É um momento estável na minha carreira, na vida, casada e com filho. Já realizei muita coisa e isso acaba sendo transmitido às pessoas, é de dentro para fora.

B: Há um bom tempo o autor Manoel Carlos revelou que gostaria de tê-la em um possível musical sobre o projeto “Presença de Anita” nos palcos. Porém na época você estava grávida. Essa parceria vai acontecer?

S: Não sei se esse musical vai rolar mesmo e nem se seria para o papel da Anita. Manoel Carlos e eu temos uma simpatia mútua, eu admiro o trabalho dele, que sempre falou que gosta do meu também. Em alguma hora pode acontecer uma parceria entre eu e ele, amo atuar, só estou esperando um convite.

Por Michele Marreira