Post Type

Substitua o sal e o açúcar das suas receitas por sementes, ervas e raízes.

Pimenta síria – Composta de pimenta da Jamaica, pimenta do reino, cravo da Índia e noz moscada, a pimenta síria é muito utilizada em pratos árabes, mas também pode ser acrescentada a carnes e sopas.  As pimentas contêm uma substância chamada capsaicina, capaz de prevenir o acúmulo de gordura abdominal. Elas são termogênicos naturais: sua ingestão eleva a temperatura do organismo, o que pode aumentar o gasto calórico e possui um efeito anti-inflamatório, ajudando a tratar infecções. O cravo-da-índia é um potente antioxidante, combatendo os radicais livres e prevenindo o envelhecimento, a noz moscada está presente no tempero apenas para dar sabor e aroma a preparação, não tendo benefícios diretos à saúde.

Cúrcuma – A cúrcuma pode ajudar a destruir células cancerígenas na garganta em até 24 horas após a ingestão do tempero. Utilizada como alternativa no tratamento do câncer no esôfago, a cúrcuma é o pigmento amarelo extraído de uma flor chamada açafrão e combina muito com peixes, arroz, massas e frango. O tempero possui efeito anti-inflamatório e antioxidante, ajudando a fortalecer a imunidade e prevenir o envelhecimento, entretanto, se consumida em altas doses ela pode irritar o estômago, principalmente em gestantes.

Mostarda em grão – Comumente usada na forma de condimento, a mostarda apresenta muito sódio e conservantes quando consumida em sua versão industrial. Em grão, ou a semente de mostarda, apresenta uma quantidade de nutrientes maior que a sua folha, usada na preparação dos molhos. Por estar no solo, o grão de mostarda é rico em minerais, em especial o selênio, que é um poderoso antioxidante. Você pode acrescentar os grãos de mostarda a molhos, carne de porco e peixes.

Gergelim preto – A diferença do gergelim preto para o normal é que o primeiro possui uma concentração maior de nutrientes, principalmente o cálcio. Ele também é uma boa fonte de proteínas e ômega 3, ajudando no combate ao colesterol e garantindo efeito anti-inflamatório. Pode ser usado em saladas, carnes e até sopas.

Tomilho – Esta erva é muito versátil e pode ser usada em praticamente qualquer receita. Contém ação antisséptica, protegendo o corpo das bactérias e é uma ótima opção para aliviar distúrbios intestinais e prevenir inflamações no trato digestivo. Estudos recentes afirmam que a planta também é rica em flavonoides e manganês, poderosos antioxidantes.

Gengibre seco – Conhecido por fortalecer a imunidade e por seus efeitos anti-inflamatórios, principalmente contra infecções de garganta, o gengibre foi recentemente relacionado ao tratamento de dores musculares. A ingestão diária do gengibre não ajuda a aliviar as dores musculares imediatamente após a atividade física, mas sim nos dias posteriores, levando a crer que ele pode atenuar a progressão diária da dor muscular. Além disso, ele possui uma potente ação antioxidante, combatendo os radicais livres e até mesmo prevenindo doenças degenerativas.