Post Type

O motor 1.4 TSI é movido a gasolina e entrega 150 cavalos a 5000 rpm e torque de 25,5 kgfm já a 1500 rpm – 25% a mais de potência e 38% a mais de torque em comparação ao 2.0 anterior.

Recentemente o Volkswagen Jetta recebeu um salto no quesito motorização – no lugar do propulsor 2.0 8 válvulas aspirado de 116/120 cavalos, as versões Trendline e Comfortline passam a contar com o pertencente à família EA211, o 1.4 TSI, que apesar da menor cilindrada, conta com diversas tecnologias que ampliam seu rendimento, desempenho e consumo.

O “milagre” está na injeção direta de combustível sob alta pressão diretamente na câmara de combustão (realizando maior aproveitamento da energia do combustível), além do coletor de escape integrado ao cabeçote, permitindo usar a energia dos gases de escape para aquecer o líquido de arrefecimento mais rapidamente durante a fase fria do motor, reduzindo o consumo nesta fase, e, em alto regime de utilização, garantir um controle preciso da temperatura dos gases de escape na entrada do catalisador. O consumo de combustível é de 10,9 km/l na cidade e 12,9 km/l na estrada, de acordo com os testes realizado pelo Inmetro.

Outra novidade bem-vinda do Jetta 2017 é a central multimídia App-Connect, com espelhamento do smartphone com as plataformas MirrorLink, Apple CarPlay e Android Auto. Opcionalmente há o Discover Media, com CD Player, duas entradas para Cartão SD, entrada auxiliar e USB (ambas posicionadas à frente do câmbio), Bluetooth com pareamento de dois celulares simultaneamente e operação de telefone e reprodução de áudio, locução de mensagens de texto (SMS) por meio dos alto-falantes, resposta por meio de comando de voz em formato SMS e GPS com MapCare, que permite a atualização periódica gratuita dos mapas.

Entre os recursos de segurança, estão 4 airbags (frontais e laterais dianteiros), controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, bloqueio eletrônico do diferencial (aciona o freio da roda com menor tração, transferindo o torque para a roda com maior tração), assistência de partida em aclives de inclinação acima de 5% (mantendo o veículo freado por até 2 segundos, após o motorista soltar o pedal do freio), além de freios a disco com ABS, EBD e o HBA, assistente em caso de frenagens de pânico. O porta-malas tem a capacidade de 510 litros.

Fernando A. De Gennaro
Jornalista e Fotógrafo Automotivo
degennaromotors.blogspot.com
“O De Gennaro Motors traz as principais notícias do setor automobilístico, além de avaliações com automóveis, coberturas de corridas e lançamentos da indústria automobilística nacional e internacional.”

Deixe um comentário